A História da O.T.O.

 

Agradecimentos

Al√©m do material de arquivo da O.T.O., o material publicado pelos seguintes protagonista e pesquisadores Hist√≥ricos foi consultado enquanto se preparava este ensaio: Calvin C. Burt, W.B. Crow, Isaac Blair Evans, Antoine Faivre, S.E. Flowers, Ren√© Le Forestier, Joscelyn Godwin, Dr. J.A. Gottlieb, Ellic Howe, Francis King, Peter‚ÄďRobert K√∂nig, Helmut M√∂ller, William G. Peacher, M.D., Martin P. Starr, John Symonds, M. McBlain Thomson, A.E. Waite, James Webb, e John Yarker.

Os seguintes indiv√≠duos providenciaram substancial assist√™ncia na forma de informa√ß√Ķes Hist√≥ricas e/ou cr√≠ticas: William Breeze, Martin P. Starr, Parsival Krumm‚ÄďHeller, Soror Meral, Soror Grimaud, Lon Milo DuQuette, James T. Graeb, Bjarne Salling Pedersen, e P.‚ÄďR. K√∂nig.

Notas

A Irmandade Herm√©tica da Luz era uma sociedade m√≠stica que alegava descender dos corpos ma√ß√īnicos/rosacruzes austr√≠acos conhecidos como Fratis Lucis. A Fratis Lucis, tamb√©m conhecido como a Irmandade Asi√°tica ou a Irmandade Iniciada das Sete Cidades da √°sia era derivada da antiga Ordem da Cruz Dourada e R√≥sea alem√£. A Irmandade Herm√©tica da Luz tamb√©m parece ter possu√≠do conex√Ķes com a Irmandade Herm√©tica de Luxor, que era uma sociedade m√≠stica que alcan√ßou algum conhecimento p√ļblico na Inglaterra, em 1884 sob os ausp√≠cios de Max Theron (tamb√©m conhecido comoLouis-Maximilian Bimstein, 1850 - 1927). As origens da I.H.L. n√£o s√£o claras mas h√° alguma evid√™ncia conectando-a √† Irmandade de Luxor, que esteve envolvida com a funda√ß√£o da Sociedade Teos√≥fica bem como da supramencionada Fratris Lucis e com o espiritualismo ingl√™s do S√©c. XIX.
Nascido na Pol√īnia, Theon viajou largamente em sua juventude. No Cairo tornou-se disc√≠pulo de um mago copta chamado Paulos Metamon. Theon foi para a Inglaterra em 1870, onde foi recrutado pelo lutierPeter Davidson (1842 - 1916) para estabelecer um "c√≠rculo externo" da I.H.L.. Eles uniram-se em 1883 por conta de Thomas H. Burgoyne (tamb√©m conhecido como Thomas Dalton, 1855 - 1895), que posteriormente escreveu um livro resumindo os ensinamentos b√°sicos da I.H.L., chamado "A Luz do Egito". A fun√ß√£o deste "c√≠rculo externo" da I.H.L. era oferecer um curso por correspond√™ncia de ocultismo pr√°tico; o que seria mantido fora da Sociedade teos√≥fica. Seu curr√≠culo inclu√≠a algumas sele√ß√Ķes dos escritos de Hargrave Jennings e de Paschal Beverly Randolph.
P.B. Randolph (08/10/1825 - 29/06/1875) foi um conhecido médium, curandeiro e escritor, contando entre seus amigos pessoais Abraham Lincoln, Hargrave Jennings, Kenneth McKenzie, Eliphas Levi, Napoleão III, Edward Bulwer-Lytton e o general Ethan A. Hitchcock. A Ordem de Randolph alegava descender da Ordem Rosacruciana (por patente da "Suprema Grande Loja da França") e ensinava curas espirituais, ocultismo oriental e princípios da regeneração da raça através da espiritualização do sexo.
Yarker foi eleito Grande Mestre Soberano Absoluto para o Rito Oriental de Mizrain em 1871. Ele foi feito Grande Mestre 96¬į do Soberano Santu√°rio do Antigo e Primitivo Rito de Menphis para a Inglaterra porHarold J. Seymour em oito de outubro de 1872. Seymour recebeu suas cartas-patentes de Jacques Etienne Marconis de Negre em 21 de junho de 1862. Yarker recebeu cartas-patentes do Antigo e Aceito Rito Escoc√™s de Cernau de Theo. H. Tebbs, do Supremo Grande Conselho Combinado do Canad√° deste Rito em 12 de janeiro de 1884. Yarker foi eleito Grande Hierofante Imperial 97¬į do Rito de Menphis em 11 de novembro de 1902.
Os que participaram do congresso foram: Theodor Reuss (representando o Soberando Santu√°rio dos Ritos de Memphis e de Mizraim na Alemanha, o Grande Oriente do Rito Escoc√™s na Alemanha e a Grande Loja Nacional os Ritos Unidos Escoc√™s, de Memphis e de Mizraim para a Gr√£-Bretanha e Irlanda), H.R. Hilfiker, R. Merlitschek, e M. Bergmaier (representando Grande Oriente do Rito Escoc√™s na Su√≠√ßa [basedo em uma patente de Reuss Charter datada de 10 de maio de 1919]), Dr. E. Pargaetzi (representando o Soberano Santu√°rio dos Ritos Unidos Escoc√™s, de Memphis e de Mizraim para a Fran√ßa); A. Spilmer (representando a Grande Loja da Col√īmbia), H. Sch√ľtz (representando o Pr√≠ncipe Alexander da Gr√©cia, Grande Protetor da Ma√ßonaria Grega); John Anderson (representando a Grande Loja Nacional da Esc√≥cia); e Matthew McBlain Thomson (representando a Federa√ß√£o Ma√ß√īnica Americana, a Grande Loja de Washingon e a Grande Oriente de Cuba).
Este texto √© uma tradu√ß√£o do original de Frater Sabazius X¬į, que se encontra no site da Grande Loja dos EEUU.